[FINALE REVEAL] 4º trecho exclusivo liberado e traduzido!



E mais um pouco do penúltimo trecho excluxivo que está sendo liberado pela Becca durante esata semana em alguns sites e blogs. Desta vez, o site a liberar foi o Fallen Achangel. Confira:

Quando eu acordei, a cama ao meu lado estava fria. Eu sorri com a lembrança de adormecer enrolada nos braços de Patch, concentrado na probabilidade de que Pepper Friberg, também conhecido como Sr. Arcanjo com um segredo sujo, tinha estado sentado do lado de fora da minha casa toda a noite, bancando o espião.

Lembrei-me de um ano atrás, no fim do meu segundo ano. Naquela época, eu não tinha sequer beijado um rapaz. Nunca poderia imaginar o que estava à venda. Patch significou mais para mim do que eu poderia colocar em palavras. Seu amor e fé em mim tomou o aguilhão das decisões difíceis que eu tinha sido forçada a fazer recentemente. Sempre que a dúvida e o arrependimento penetravam em minha consciência, tudo o que eu tinha a fazer era pensar em Patch. Eu não tinha certeza se eu tinha feito a escolha certa de cada vez, mas eu sabia que uma coisa é certa. Eu tinha feito a escolha certa em Patch. Eu não podia desistir dele. Nunca.

Ao meio-dia, Vee ligou.

— Como eu e você vamos correr? — Disse. — Eu tenho um par de tênis novos, e eu preciso arrasar com esses meninos maus aqui.



— Vee, eu tenho bolhas de dançar a noite passada. E espere. Desde quando você gosta de correr?

— Não é nenhum segredo que eu estou carregando alguns quilos extras —, disse ela —Eu tenho ossos grandes, mas isso não é desculpa para deixar um pouco de flacidez me segurar. Tem um cara lá fora chamado Scott Parnell, e se derramar um pouco de peso extra é o que vai levar para eu chegar até a coragem de ir atrás dele, então é isso que eu vou fazer. Eu quero que Scott olhe para mim da maneira que Patch olha para você. Eu não estava falando sério sobre esta coisa de dieta e exercício antes, mas eu estou virando uma nova página. A partir de hoje, eu amo exercício. É o meu novo melhor amigo.

— Oh? E quanto a mim?

— Assim que eu perder esse peso, você vai ser a minha garota número um de novo. Eu vou buscá-la em 20 minutos. Não se esqueça de uma faixa. Seu cabelo se torna uma coisa assustadora quando fica úmido.

Eu desliguei, tinha um tanque sobre a minha cabeça, segui com um moletom, e me atei a um tênis.

Bem na hora, Vee me pegou. E imediatamente, tornou-se evidente que não estávamos dirigindo para a faixa do ensino médio. Ela guiou Neon roxo em toda a cidade, na direção oposta da escola, cantarolando para si mesma.

Eu disse.

— Para onde vamos?

— Eu estava pensando que deveria ser corrida nas colinas. Colinas são bons para os glúteos. — Ela virou a Neon para a Estrada Deacon, e uma luz apareceu na minha cabeça.

— Espera aí. Scott mora na Estrada Deacon.

— Vamos pensar sobre isso, ele mora.

— Nós estamos correndo para casa de Scott? Não é esse tipo de... Eu não sei... Espionagem?

— Essa é uma maneira triste de olhar para a situação, Nora. Por que não pensar nisso como motivação? Olho no prêmio.

— E se ele nos vir?

— Você é amigo de Scott. Se ele nos vir, ele provavelmente vai sair e conversar com a gente. E seria rude não parar e dar-lhe alguns minutos de nosso tempo.

— Em outras palavras, não se trata de corrida. Isto é uma captura.

Vee balançou a cabeça.

— Você não é divertida.

Ela cruzou na Deacon, um trecho sinuoso da estrada panorâmica fronteira em ambos os lados por pinheiros densos. Em um outro par de semanas, eles estariam cobertos de neve.

Scott vivia com a sua mãe, Lynn Parnell, em um complexo de apartamentos que ficou exposto na próxima curva. Durante o verão, Scott tinha saído e se escondido. Ele tinha abandonado o exército Nephilim de Hank Millar, e Hank tinha procurado incansavelmente por ele, na esperança de fazer dele um exemplo. Depois que eu matei Hank, Scott tinha ficado livre para mudar de casa.

Uma cerca cimento enjaulava a propriedade, e eu estava certa de que privacidade tinha sido a intenção, deu o lugar a sensação de um complexo. Vee me puxou na entrada e eu tive um flashback do tempo que ela me ajudou a bisbilhotar no quarto de Scott. De volta, quando eu achava que ele era um idiota não-tão-bom-assim. Cara, as coisas tinham mudado. Nós estacionamos perto das quadras de tênis. As redes estavam muito longe, e alguém tinha decorado o relvado com pichações.

Saímos e alongamos por um par de minutos.

Vee disse.

— Eu não me sinto seguro de deixando o Neon sozinho por muito tempo neste bairro. Talvez devêssemos fazer voltas em torno do complexo. Dessa forma eu posso manter o meu olho no meu bebê.

— Uh-huh. Ele também dá mais oportunidades de Scott nos ver.

Vee estava em moletom cor de rosa com “Diva” estampada em toda a bunda com glitter, e um casaco de lã cor de rosa. Ela também estava com a maquiagem completa, pingentes de diamantes em suas orelhas, e um anel de ruby cocktail, e ela cheirava a “Pure Poison” da Dior. Apenas a sua média de rotina.

Apertamos o passo e começamos um movimento lento ao longo da trilha de terra que circundava o complexo. O sol tinha ido, e depois de três voltas, tirei minha camiseta, amarrando-a em volta da minha cintura.

Vee pegou o caminho mais curto a um banco do parque resistido e quebrado, tomando ar.

— Isso tinha que ser cerca de cinco quilômetros — disse ela.

Eu examinei a trilha. Claro. . . Dava ou levava uns quatro quilômetros.

— Talvez devêssemos dar uma espiada nas janelas de Scott — Vee sugeriu — É domingo. Ele pode estar dormir demais e precisa de um despertador amigo.

— Scott mora no terceiro andar. A menos que você tem uma escada 40 metros escondido no porta-malas do Neon, espreitar pela janela está fora.

— Nós poderíamos tentar algo mais direto. Como bater em sua porta.
Ah Anjos! Amanhã é o último dia =( Mas acho que deu para ter um boa prévia do que podemos esperar em Finale não? Nos conte! Amanhã tem trecho liberado no site da Becca Fitzpatrick. Até breve!

4 comentários:

Postar um comentário

 

Siga no G+

Twitter

Facebook